< outras novidades
mancha

Acúmulo de coloração nos fios

Compartilhe

Quem pinta os cabelos sabe que vai precisar de um verdadeiro ritual para renovar a cor e o brilho de suas madeixas. Só que o acúmulo de coloração nos fios das aplicações anteriores de tinta pode impedir que isso aconteça. Ainda que seja possível fazer alguns retoques em casa, a aplicação da tinta exige preparação dos cabelos, o que pode se transformar num verdadeiro desastre capilar.

É por isso que muita gente diz que a descoloração danifica os cabelos, embora na verdade isso seja mais um resultado de aplicação incorreta do que do processo em si. De qualquer modo, a etapa de preparação do cabelo para a aplicação da tinta é indispensável.

Nesse ponto, é comum surgirem várias dúvidas: o que fazer para recuperar a cor e o brilho cabelos coloridos? Devo descolorir ou remover a tinta? Bem, a gente entende você! Descubra a seguir porque você deve primeiro remover a tintura anterior do seu cabelo e não ter medo do removedor de coloração: ele é seu amigo.

Qual a diferença entre descoloração e remoção do acúmulo de coloração nos fios?

Primeira coisa: a descoloração é feita através da aplicação de uma mistura de pó descolorante e água oxigenada de 20, 30 ou 40 volumes, que irá ocasionar uma oxidação no seu cabelo. Nesse processo, a fibra capilar sofre uma mudança química, pois a mistura destrói alguns componentes estruturais do cabelo. Precisamos disso para pintar o cabelo depois. Por outro lado, acaba destruindo proteínas que, além de serem responsável pelo brilho, são muito importantes para a saúde dos cabelos como um todo.

Por isso é tão importante consultar profissionais qualificados quando for descolorir, pois são eles que poderão informar você quanto à compatibilidade das fibras do seu cabelo e o processo de descoloração. Isto é, se o seu cabelo suportará bem a descoloração, sem perder a saúde.

Para chegar à cor desejada, há certos “pré-requisitos”, e um deles é deixar o fundo do cabelo, que é cor que servirá de base para a tinta, num ponto adequado para receber a cor. Assim, se você for descolorir, faça-o de maneira responsável e não deixe de consultar um profissional.

Já a remoção é diferente: o removedor somente irá atuar onde tenha havido aplicação de tintas, sem ocasionar reações químicas na fibra do cabelo em si. Assim, só haverá efeito em cabelos que já tenham sido pintados, pois não causa a descoloração dos fios naturais. Portanto, ele atua na remoção da acumulação de coloração nos fios de maneira específica. Detalhe: os removedores de pigmentos artificiais atuam onde tenha havido o processo de pintura oxidativa.

259683-P4JTMS-396

É muito importante remover as tinturas anteriores para evitar o acúmulo de coloração nos fios em muitas camadas. Pense numa parede: se você apenas reaplicar a tinta quando quiser pintá-la sem remover a camada anterior e sem preparar a parede para receber a nova cor, provavelmente você não atingirá um resultado muito bom. Além disso, sem remover o acúmulo de coloração nos fios, podem surgir manchas e a cor da tinta não se expressar completamente, deixando o cabelo sem brilho.

Assim, descoloração e remoção de tinturas são processos diferentes. Enquanto uma ocasiona a reação química, o removedor tem uma atuação mais específica sobre a pigmentação. Ainda que ambos atuem no preparo do cabelo para a aplicação de novas tinturas, o removedor só será usado no caso de você precisar limpar o acúmulo de coloração nos fios, não tendo atuação sobre cabelos sem pintura prévia.

Ou seja, da mesma forma que é necessário preparar uma parede para receber a tinta, também a fibra capilar precisa ter o fundo adequado para criar a cor ideal para você. Em quaisquer dos casos, você deve consultar um profissional qualificado, para evitar causar danos à fibra capilar e comprometer até mesmo sua auto-estima.

Compartilhe
< outras novidades